Happy Halloween


Essa é uma data é  pouco lembrada no Brasil, talvez você nem mesmo tenha percebido que ela chegou, mas em muitos outros lugares no mundo ela é bastante comemorada.


Fiquei encantada em Boston, com as casas enfeitadas com abóboras lindas e iluminadas, e me deu uma vontade imensa de ter uma aqui em casa, mas antes quis saber qual a origem e porque comemorar essa data. Perguntei a algumas pessoas e encontrei uma que me falou sobre a Wicca, e pesquisando encontrei isso:


“Primeiramente, não podemos esquecer que a Wicca é uma religião que se baseia na adoração da natureza, crendo que ela os conduz. Podemos chamá-la de “Eco-religião”.

Existem oito dias de cerimônias sagradas para as bruxas de todo o mundo, as quatro maiores e as quatro menores - chamadas de Sabás. O dia do Halloween não é um dia qualquer, ele é um dos principais dos Sabás: IMBOLC, BELTAIN, LUGHNASADH e SAMHAIM. Sendo que este último é o dia de Halloween.

Samhaim é festejado em 31 de outubro, mas é considerado o último dia do ano para os bruxos, trata-se de um festival que introduz a estação das trevas. De acordo com a história, este dia originou-se nos antigos festivais de outono dos Celtas, que eram ligados à feitiçaria e à magia. Nesse dia, acredita-se que o portal que separa os mortos dos vivos se abre, e os mortos passam a ter contato com os vivos, ou seja, o dia em que os mortos voltam.”

Segundo meu colega, é uma noite pra celebrar os mortos e devemos fazer as comidas que nossos antepassados gostavam e deixar um lugar vago a mesa. Adoro rituais!!

Dúvidas esclarecidas, continuo simpatizando com a idéia e  resolvi que essa é uma data que quero comemorar aqui na minha casinha, então comecei pela decoração.



E para comemorar e entrar no clima do Halloween encomendei de “A Doceria da Tathy” deliciosos cupcakes temáticos, com forminhas e pins diretos de NYC.







Maravilhosos né?? Cupcakes de chocolate com cobertura de lavanda e limão siciliano! 

E quem vai se dar bem é o pessoal do meu trabalho!! hummmm será que vão gostar??!!

bjus




NYC Parte V - Um dia no Museu


Nossa viagem teve um foco bastante cultural, lá no roteiro já havíamos decidido que conheceríamos, dessa vez, pelo menos os principais museus de New York, e assim foi, conhecemos o Museu de História Natural, o Guggenheim, o MoMA, e o MET, nessa ordem.

É bem verdade que para conhecer, conhecer de verdade qualquer um desses museus, levariam dias, mas quem está em férias em NYC como nós, com os dias contados, tem que se contentar com uma manhã ou uma tarde dentro deles e com os olhos bem abertos pra não deixar de ver nada e com a câmera fotográfica afiada pra caso a memória venha a falhar.

O Museu de História Natural é sensacional, quando você entra no primeiro salão já se sente na pré-história, ou dentro do filme, Uma noite no Museu!!
São diversas salas que contam a história da humanidade desde o big ben, a evolução dos animais aquáticos até os terrestre, até os nossos ancestrais. É perfeito!!














Vimos muitos pais com seus filhos pequenos, de 5 ou 6 anos e foi muito interessante perceber o quanto aquele passeio estava sendo importante para a formação daquela pessoinha!!

 O Guggenheim é um museu que queria muito conhecer, Já apareceu em alguns filmes e abriga obras modernas como Miró que adoro! Infelizmente não tivemos muita sorte, quando chegamos lá, a exposição estava sendo trocada e o máximo que conseguimos ver foi o que ele tem de inigualável, sua arquitetura fantástica.





O MoMA, Museu de Arte Moderna de New York, é considerado um dos museus de arte moderna mais influentes do mundo. Sua coleção inclui obras variadas em arquitetura, gravuras, fotografia, livros, ilustrações, design, esculturas, enfim, um só dia é pouco para conhecê-lo.
Agora, para realmente entendê-lo é necessário ser conhecedor e amante de arte moderna.






Agora a arte pós-moderna!! Entenda!





O MET como é carinhosamente chamado pelos nova-iorquinos, The Metropolitan Museum of Art, é um dos museus mais importantes do mundo e possui obras de arte que abrangem mais de 5.000 anos de história. São coleções do mundo inteiro e é simplesmente indescritível pensar que cada uma daquelas peças teve uma utilidade, uma história, pertenceu a alguém e hoje é uma relíquia.

















Cada um dos museus possui uma loja, onde você encontra livros, objetos e miniaturas de exposições passadas e atuais, tudo de bom! Dá vontade de comprar tudo!!

A loja que mais gostei e onde mais comprei foi a do MoMA, maravilhosa!!




Haja perna pra tudo isso!! Mas vale super a pena!!!

bjkas